Portal Coronavírus
  • Monitoramento
  • Ações
  • Regras
  • Transparência

Prefeitura do Município de Laranjal Paulista

Notícias
10/06/2020
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter

Comodato garante a preservação do acervo sacro

O prefeito Dr. Alcides de Moura Campos Junior esteve ontem na igreja matriz para formalizar o processo de comodato das peças da Paróquia de São João Batista que, pelos próximos 30 anos, estarão sob a tutela e responsabilidade de conservação do município. Trata-se de um passo importante e decisivo para consolidação do tão sonhado museu municipal de Laranjal Paulista. O prefeito foi acompanhado do secretário de Turismo e Cultura, Fúlvio Scarme, e recepcionado pelo padre Athila Tintino. O objetivo do comodato é garantir a preservação e tornar o acervo sacro, que hoje está no “antigo” museu da paróquia.

As tratativas desse processo vinham sendo trabalhadas há mais de um ano, através de articulação do próprio secretário Fulvio Scarme.

As peças passam a ser cuidadas pelo poder público municipal, embora ainda sejam de propriedade paroquial. Em breve, serão divulgadas as datas de entrega do acervo e início das exposições. O município será responsável pela preparação de mobiliário que garanta conservação adequada das relíquias. “Estamos colhendo os frutos de um projeto arrojado. Laranjal Paulista é hoje Município de Interesse Turístico e todas essas novidades são possíveis graças a essa chancela”, destacou Dr. Alcides.

O padre Athila agradeceu imensamente a todas as pessoas que com seriedade trabalharam para valorizar e adequar o acervo, que até então, estava exposto em casa improvisada. Dentre tantos, cita: os membros do Conselho Administrativo Paroquial, a museóloga Maria Lúcia P. Campos Marquesi e seu auxiliar Erich Alves Correa, o advogado da Cúria Metropolitana, Dr. Marco Antonio Colenci, os seminaristas Tiago Vicente e Alex Baptistella, o Arcebispo Metropolitano, Dom Maurício Grotto de Camargo e seu Conselho de Presbíteros. “Tenho certeza de que agora a nossa história será devidamente preservada com todo o cuidado que ela merece, uma vez, que o município possui condições de o garantir”, conclui o pároco, que a partir de então passa também a compor a Comissão do Museu Municipal.