Prefeitura do Município de Laranjal Paulista

Notícias
25/04/2019
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter

Laranjal Paulista ganha Programa Municipal de Proteção Animal

Uma novidade para todas as pessoas que amam os animais. O prefeito Dr. Alcides de Moura Campos Junior definiu hoje as bases do Programa Municipal de Bem Estar Animal que será instituído na cidade de maneira imediata. O foco prioritário é o controle reprodutivo e populacional de cães e gatos, aliado à posse responsável e a campanhas de vacinação antirrábica. 

Pela primeira vez na história a cidade terá um trabalho específico nesse segmento. As bases e diretrizes foram discutidas com diversos protetores, voluntários e militantes da causa, através de encontros e reuniões. 

Até então, somente 10 castrações mensais eram realizadas, destinadas exclusivamente às fêmeas. Número insuficiente diante da demanda e do volume de animais no município. Logo nesse primeiro estágio do programa, o número de esterilizações será quadruplicado. Serão 40 castrações todo mês, estendidas também a cães e gatos machos. 

Os interessados devem se inscrever na Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, as terças e quintas-feiras, das 14h às 16h. O endereço é Rua Suaidam Abud, 241, Centro. É necessário levar comprovante de residência atualizado, em nome do tutor do animal, e uma foto do cachorro ou do gato. Por questões de segurança e saúde veterinária só poderão passar pelo procedimento animais com mais de 6 meses e até 20 quilos. 

O programa é destinado exclusivamente à população residente em Laranjal Paulista, em especial nas localidades mais carentes e distantes, inclusive na zona rural. Há critérios e especificações de prioridade, segundo condições sociais, demográficas e epidemiológicas. 

As castrações representam a melhor e mais efetiva ferramenta de controle populacional, garantindo para diminuição de animais abandonados e soltos pelas ruas, sem cuidado e gerando riscos à população. A esterilização também reduz a incidência de câncer nas regiões genitais e órgãos reprodutivos e de outros problemas de saúde correlatos. Também os torna mais dóceis no relacionamento com humanos ou com outros animais. “Esse é somente um primeiro passo. Temos consciência que ainda é preciso avançar muito, em termos quantitativos e qualitativos. Mas, sabemos também que será um avanço importante para a garantia e bem estar dos animais que pela primeira vez, em toda história do município, ganham um programa específico. Contamos com apoio da população, dos protetores, para que possamos construir um projeto efetivo a várias mãos que dê resultados efetivos”, finalizou Dr. Alcides.