Prefeitura do Município de Laranjal Paulista

Notícias
01/04/2019
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter

Laranjal Paulista realiza Conferência Municipal do Idoso

 

Laranjal Paulista realizou, na semana passada, a terceira edição da Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. O evento, realizado pelo Conselho Municipal do Idoso e pela Secretaria Municipal de Promoção Social e Política Habitacional, aconteceu na quinta-feira, 28, no CRAS da Vila Zalla, e teve como tema “Os Desafios de Envelhecer no século XXI e o Papel das Políticas Públicas”.

Diversas autoridades estiveram presentes, o prefeito Dr. Alcides de Moura Campos Júnior, o gestor da Política de Assistência Social, Reinaldo Contó, o presidente do Conselho Municipal do Idoso, Orlando Zambianco Júnior, a vereadora, Cláudia Regina Martins, como representante do Poder Legislativo, além de demais representantes do poder público e da sociedade civil, idosos, usuários dos programas de assistência social, trabalhadores de entidades e organizações que executam serviços e programas sócio-assistenciais, em Laranjal Paulista.

Outros segmentos também participaram Conferência e puderam contribuir no processo de avaliação da política do idoso. Além de uma palestra de abertura, houve apresentação artística das crianças do “Projeto Espaço Amigo” da Vila Zalla que fizeram uma encenação sobre o envelhecimento segundo a visão das crianças. “O objetivo desse evento foi analisar, propor e deliberar com base na avaliação local, reconhecendo a corresponsabilidade de cada ente federado, e eleger os delegados que participarão para 15ª edição da Conferência Estadual do Idoso que será realizada em 2019. As conferências de idosos são realizadas a cada dois anos, e através da Conferência Municipal é possível a definição de diretrizes para o para o aprimoramento dos trabalhos”, explica o secretário Reinaldo Contó.

Os participantes também puderam participar de uma dinâmica. Eles foram divididos

em grupos para discussão dos eixos temáticos, em que foram elaboradas propostas de deliberação que serão encaminhadas tanto para o município, quanto para o Estado e à União. Dr. Alcides lembrou, em seu discurso de abertura, destacou a importância de se discutir política pública social voltada aos idosos. “Esse diálogo com a sociedade é fundamental. Estamos dando oportunidade para que as pessoas sejam atores da construção das políticas públicas do setor social no município, colaborando ainda com sugestões para São Paulo e para o Brasil. Devemos trabalhar para uma inclusão social cada vez mais efetiva, para que os direitos sejam garantidos, considerando a diversidade, as necessidades e especificidades dos idosos do município”.