Portal Coronavírus
  • Monitoramento
  • Ações
  • Regras
  • Transparência

Prefeitura do Município de Laranjal Paulista

Notícias
02/03/2020
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter

Laranjal Paulista intensifica campanha contra a dengue e terá fumacê nos próximos dias.

Casos seguem controlados – participação da população é fundamental para impedir avanço da doença.

Enquanto cresce a preocupação da população brasileira com a corona vírus, uma velha conhecida de todos – por sinal, muito mais fácil de combater – volta a chamar atenção das autoridades do estado de São Paulo. Trata-se da Dengue que já chega a 50 mil casos suspeitos, 20 mil confirmados e 7 óbitos em território paulista. A preocupação é nacional. Segundo dados do Ministério da Saúde, os casos de dengue aumentaram em mais de 70% nestes primeiros meses do ano. A Prefeitura de Laranjal Paulista se antecipou às projeções de epidemia já que as constantes chuvas da estação geram proliferação do mosquito transmissor.

Desde o início de janeiro, foram realizadas várias reuniões com os agentes de endemias, responsáveis pelo trabalho de controle de vetores. “Foram traçadas metas e direcionados os trabalhos a serem executados para o enfrentamento das chamadas arboviroses, doenças que incluem a dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela”, explica a secretária de Saúde, Marlene Gazonato.

Em fevereiro, tiveram início os mutirões reunindo várias secretarias com o objetivo de fazer operações tapa buracos, limpeza e capina geral nos bairros, retirada de entulhos e lixo acumulado em terrenos e ruas, orientação casa a casa, distribuição de material informativo e outras ações voltadas a proporcionar mais qualidade de vida à população, a exemplo do que já foi feito em anos anteriores. A iniciativa, iniciada pela Vila Zalla, vai prosseguir pelos demais bairros da cidade.

A situação no município está controlada, em especial devido ao grande número de pessoas infectadas nas cidades da região. Mas, é preciso combater o Aedes aegypti para que não haja um aumento de casos. Até agora 15 casos suspeitos foram notificados, sendo 4 descartados, 7 confirmados e 4 que aguardam o resultado. Nenhum óbito foi registrado. Porém, todos os casos são autóctones, ou seja, foram contraídos na própria cidade. Os bairros onde os casos foram confirmados são: Vila Zalla, Vila Félix e Jardim Europa.

Os Agentes de Endemias agiram rapidamente e estão fazendo ações de bloqueio dos mosquitos e administrando veneno nos locais onde existem larvas, além de passar as orientações de praxe aos moradores no trabalho casa a casa. “É importante ressaltar que somente o trabalho da equipe de Controle de Vetores não é suficiente. A colaboração da população é decisiva nesse momento, para que não deixe nenhum tipo de recipiente ou vasilhame que possa acumular água nos quintais e terrenos. O município vai ampliar seu trabalho com o chamado Fumacê, que é a administração de inseticidas próprios para o combate ao mosquito”, finalizou o prefeito Dr. Alcides de Moura Campos Junior.